Coach Men's Spring 2017

12:00 Murilo Grilo 0 Comments



Uma mistura da contracultura eclética Americana, celebrando a rebeldia e a coragem da juventude, e a ousadia daqueles que desafiam convenções, preconceitos e o status quo.





Explorando a noção de seguir um culto com a justaposição de pertencer e se rebelar; a precisão do uniforme e da individualidade da personalização. A cultura de gangue de uma biker, um filme de baixo orçamento, beatnikspunk hip-hop nova-iorquinos, a zona do crepúsculo com James Dean; a obsessão atual com as peças do guarda-roupa do arquétipo de um homem Americano. Desmontagem e remontagem para fazer mais do que as partes por inteiro.
 
O familiar, a iconografia nostálgica do surfe, o Havaí, o Western, um veículo modernizado e Tex Avery, subvertido por Gary Baseman com influência maliciosa humorística e vagamente fundada, com uma paleta de cores de todo o vestuário norte-americano.
 
No estado natural, a funcionalidade elementar transformada em única, ainda que não preciosa. Usando uma voz íntima para mostrar os símbolos contemporâneos e uma pegada descolada, honesta e pessoal do luxo.
 
# COACHMENS2017

0 comentários: