CADASTRE-SE PARA O DIA MAIS AGUARDADO DIA DO ANO 😍 BLACK FRIDAY 2020

O que é a Black Friday?

Tradição nos Estados Unidos que já conquistou seu espaço no Brasil, Black Friday é o dia que inaugura a temporada de compras de fim de ano. Existem diversas versões que tentam explicar a origem do termo Black Friday (Sexta-feira negra, em português), sendo que uma das mais aceitas é que o nome começou com um teor negativo, devido aos grandes congestionamentos e lojas lotadas que ocorrem neste feriado (nos Estados Unidos, ele acontece depois do Dia de Ação de Graças, um dos feriados mais importantes no país).

Só depois, com a divulgação dos grandes descontos que envolvem a data, a Black Friday deixou de ser vista como um transtorno e passou a ser um dos dias mais esperados do ano nos Estados Unidos. Pouco tempo depois ela foi exportada e chegou em outros países, inclusive o Brasil, crescendo a cada ano.

Quando é a Black Friday?

A Black Friday acontece sempre na quarta sexta-feira de novembro e chega com produtos a preços imperdíveis. Apesar de não termos nenhuma data semelhante ao feriado de ação de graças como a dos EUA, no Brasil a Black Friday acontece na mesma data e nos mesmos moldes que ocorre nos Estados Unidos, com exceção das lojas abrindo na madrugada. Por aqui, inclusive, o evento é maior online do que offline.

Até quando vai a Black Friday?

A data oficial da Black Friday é na quarta sexta-feira do mês de novembro, mas tanto no Brasil como em outros lugares do mundo as lojas costumam estender suas promoções e ofertas ao longo de todo o final de semana seguinte e algumas lojas a Black Friday vai até a segunda-feira

Como a Black Friday surgiu?

A real origem da Black Friday é desconhecida, mas existem diversos fatos que são aceitos para explicar o fortalecimento do termo.

Em 1869, nos Estados Unidos, Jay Gould e James Fisk tentaram roubar a Bolsa de Valores de Nova York, o que fez com que o governo tivesse que intervir na economia, causando a queda dos preços e a perda de dinheiro para diversos investidores. O acontecimento foi apelidado de Black Friday, por ter se passado em uma sexta-feira.

Em 1960, o termo retornou, dessa vez na Filadélfia, e se referiu pela primeira vez ao dia seguinte a data de Ação de Graças nos Estados Unidos, que é na última quinta-feira de novembro. Devido ao feriado, era comum que a sexta-feira apresentasse muito trânsito nas ruas, o que originou o uso da expressão para a sexta-feira seguinte ao feriado.

Foi apenas nos anos 1990 que os varejistas americanos passaram a adotar o termo para se referir à prática de comércio que se seguia ao feriado de Ação de Graças, que as pessoas aproveitavam para antecipar as compras do Natal, gerando uma boa quantidade de lucro para os vendedores, que utilizavam de promoções e descontos para atrair mais clientes. Curiosamente, muitos lojistas tentaram mudar o nome do evento para Big Friday (ou “Grande Sexta”), por acreditar que o termo “black” poderia afastar os consumidores, mas o novo nome não fez sucesso e o Black Friday foi mantido.

Mas foi apenas nos anos 2000 que a data realmente se consolidou nos Estados Unidos e passou a se espalhar para outros países, como Canadá, México e, eventualmente, países da Europa.

No Brasil, a data foi celebrada pela primeira vez em 2010, entre varejistas de e-commerce, com mais de 50 lojas participando, entre elas Walmart, Americanas, Compra Fácil e Shoptime, em que foi prometido até 70% de desconto em eletrônicos, eletrodomésticos, informática, celulares, CDs e DVDs, livros, games, vestuários, perfumarias e muitas outras categorias.